Dia da Mulher: Juíza do Trabalho promove diálogo sobre reforma trabalhista

Para celebrar o mês das mulheres, o Sindicato dos Metalúrgicos de Jundiaí, Várzea Paulista e Campo Limpo Paulista realiza mais um evento para valorizar a representatividade feminina no cenário trabalhista. Nesta sexta-feira, 8 de março, Dia da Mulher, às 19h30, no auditório do Sindicato, a Juíza do Trabalho Substituta Patrícia Maeda irá promover um diálogo sobre os impactos da reforma trabalhista na vida das mulheres.

Para Rose Prado, vice-presidente da entidade, questões como essa precisam ser debatidas. “Não há dúvidas de que as mulheres conquistaram um espaço considerável na questão trabalhista, mas são elas as que mais são afetadas nas questões salariais, no trabalho informal, entre outros aspectos dentro do ambiente de trabalho. Portanto, é preciso que estejamos munidas de informação para que valorizemos tudo que conquistamos ao longo dos anos”, explica ela.

Atualmente, quase 20% dos trabalhadores metalúrgicos no Brasil são mulheres. Em algumas indústrias de Jundiaí, esse percentual chega a 90%. “Isso prova a força e a importância da mulher no mercado de trabalho”, afirma Rose.

A entrada é gratuita.

Foto de abertura do site AMATRA15 

Sindicato dos Metalúrgicos de Jundiaí