Sindicato mobiliza trabalhadores da Suprens

Na tarde desta sexta-feira (2) outra empresa que recebeu o Sindicato foi a Suprens, em Campo Limpo Paulista. Os sindicalistas apresentaram reivindicações dos trabalhadores e também deram ênfase em assuntos envolvendo o atual cenário trabalhista e seus desafios. 

Acompanhado dos diretores de base, Emerson Luiz Machado e Daniel Silva, o diretor sindical, Wilson Ribeiro (Med), colocou em pauta as reivindicações dos trabalhadores. “Recebemos reclamações envolvendo as condições de trabalho e, principalmente, assédio moral. Iremos questionar a empresa sobre esses impasses para encontrar uma solução. Além disso, também encaminharemos uma proposta de melhoria na jornada de trabalho “,  ressaltou. 

A atuação sindical em torno da Convenção Coletiva e da reforma da Previdência também foi lembrada pelo sindicalista. “Estamos trabalhando pela categoria. Apesar da nova lei trabalhista, na nossa data-base conseguimos avançar nas cláusulas da Convenção Coletiva, conseguindo livrar os metalúrgicos dos principais pontos da reforma. Em relação a reforma da Previdência, as votações foram adiadas graças à mobilização popular em torno do tema. Devemos estar atentos e unidos para evitar os desmontes, há muitas empresas que devem para a Previdência e que não estão sendo penalizadas”, disse Med. 

O sindicalista salientou a importância da relação entre os trabalhadores e a entidade sindical. “Fazemos parte de um sindicato atuante, que está sempre lutando pelos direitos e marcando presença nas empresas. Agora, com a contribuição voluntária, está nas mãos dos trabalhadores o futuro da nossa categoria. Sabemos muito bem que a nossa base é consciente e que tem conhecimento do todas as ossas lutas e conquistas. Iremos nos manter firmes e fortes”, declarou. 

Foto de abertura: Rodolfo Zanetta.