Trabalhadores da EBF Vaz voltam às atividades e aderem estado de greve

Após três dias de greve, os trabalhadores da EBF Vaz resolveram dar um voto de confiança para a empresa, mas aderiram o estado de greve. Na manhã desta quarta-feira (9), os companheiros voltaram às atividades após a empresa informar que os salários, 13º, abono, férias e o vale serão regularizados até 25 de janeiro.

Os sindicalistas parabenizaram o movimento dos trabalhadores e informaram que continuarão acompanhando o caso. “A união dos companheiros está sendo exemplar, e nós, do Sindicato, apoiamos. Esperamos que a EBF Vaz tenha a competência de resolver os impasses, caso contrário, os companheiros irão aderir à greve novamente”, declarou o diretor sindical José Carlos Cardoso (Mineiro), ao lado do secretário-geral do Sindicato, Natanael Onofre Matias (Caé), e do diretor de base, Renato Bezerra.

Desde 21 de dezembro, os trabalhadores da EBF Vaz e o Sindicato vinham realizando atos de conscientização na porta da empresa com o objetivo de dialogar uma alternativa com a administração. Na última segunda-feira (7), eles resolveram cruzar os braços pelo fato da empresa não apresentar um posicionamento convincente.