Trabalhadores da EBF Vaz cruzam os braços

Insatisfeitos com os constantes atrasos salariais, além da falta do pagamento do 13º e do abono, os trabalhadores da EBF Vaz, em Jundiaí, decretaram greve na manhã desta terça-feira (8). Trabalhadores recém demitidos marcaram presença no ato e reivindicaram o pagamento das verbas rescisórias.

Desde 21 de dezembro, os companheiros e o Sindicato vinham realizando atos de conscientização na porta da empresa com o objetivo de dialogar uma alternativa com representantes da EBF Vaz. De lá pra cá, não houveram grandes avanços nas negociações.

“Nós vamos permanecer ao lado dos trabalhadores até encontrar uma solução para os impasses. Parabenizamos cada companheiro que está participando das ações. Iremos pressionar ainda mais, pois é inadmissível que os direitos sejam deixados de lado sendo que os trabalhadores, com muita competência, cumpriram os objetivos “, disse o diretor Sindical, José Carlos Cardoso (Mineiro), ao lado do secretário-geral do Sindicato, Natanael Onofre Matias (Caé), e do diretor de base, Renato Bezerra.

Uma nova assembleia entre Sindicato e trabalhadores está marcada para amanhã (8).