ns

 Um marco para a história do sindicalismo

história do Sindicato começou em maio de 1946, com a criação da entidade. Hoje, o Sindicato conta com uma nova Sede, conquista da união e da força dos trabalhadores metalúrgicos de Jundiaí, Várzea Paulista e Campo Limpo Paulista.

A cerimônia de inauguração contou com a presença do ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva, do ex-ministro da Saúde Alexandre Padilha, do prefeito de Jundiaí, Pedro Bigardi, e do prefeito do Itupeva e presidente do Aglomerado Urbano de Jundiaí, Ricardo Bocalon.

O prédio, inaugurado em 11 de agosto de 2014, é um exemplo da mais moderna arquitetura e de suas funcionalidades.

São cinco andares, divididos em vários departamentos para garantir melhores condições de trabalho aos funcionários e diretoria e também um atendimento e prestação de serviços de qualidade aos mais de 35 mil metalúrgicos da região e seus familiares.

Entre os departamentos, estão o Jurídico, o da Segurança no trabalho, o Departamento de Saúde e Medicina do Trabalhador e a AMA.

A nova Sede foi construída na mesma área da antiga, que foi adquirida pela entidade em 1958. A intenção é oferecer serviços não apenas para os metalúrgicos, mas para toda a comunidade. Para isso, a Sede conta com o Museu do Metalúrgico, com um Auditório e com uma sala de cinema, onde acontece o CineArte.

Além da nova Sede, o Sindicato conta com um Clube de Campo, duas Colônias de Férias à disposição dos associados e o Espaço M.