Confira o resultado da Negociação Coletiva 2018

O Sindicato dos Metalúrgicos finalizou a Negociação Coletiva de 2018 com um resultado satisfatório: reajuste de 5% e abono salarial de 10%. O principal avanço ficou por conta da renovação das Convenções Coletivas de Trabalho (CCTs) por dois anos para vários grupos.

“Conseguimos um bom resultado, ainda mais se tratando de um cenário infértil por conta das novas leis trabalhistas”, declarou Eliseu Silva Costa, presidente do Sindicato e da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo (FEDMETALSP).

Direitos garantidos
O Sindicato defendeu com força a renovação da CCT, afinal é ela que garante direitos que  protegem o metalúrgico da nova lei trabalhista. “Os benefícios conquistados atingem a todos: os que estão conosco, seja por meio da contribuição voluntária do imposto ou pela associação ao Sindicato, e também aqueles que não estão, e infelizmente ainda não tomaram consciência que é preciso estar junto para lutar pelo bem de todos”, ressalta Eliseu.

Os grupos 10 (produção de lâmpadas, estamparia de metais, funilarias, entre outros) e SIAMFESP (produção de  artefatos de metais não ferrosos) não finalizaram as negociações. Por conta disso, a intenção dos sindicalistas é realizar a negociação diretamente nas empresas pertencentes aos dois grupos.