Área verde de Jundiaí será tema de debate no Sindicato

Em parceria com o Sindicato dos Metalúrgicos de Jundiaí, Várzea e Campo Limpo, o Núcleo de Estudos Adamastor Fernandes realiza o primeiro Circuito Diálogos e Conexões de 2017, tendo como tema a importância da preservação ambiental. O debate “O caso CEA-IAC e a preservação da paisagem ambiental de Jundiaí” será realizado nesta quinta-feira (26), às 19h, no auditório da Sede do Sindicato. A entrada é gratuita. 

Após a aprovação do Projeto de Lei (PL) 328/16, que autoriza a venda de 79 imóveis, entre eles a área do Centro de Engenharia e Automação (CEA), vinculado ao Instituto Agronômico de Campinas (IAC), Jundiaí corre o risco de perder um centro que é referência nacional no desenvolvimento de novas tecnologias nas áreas de mecanização agrícola. Além disso, o CEA realiza estudos sobre o impacto da atividade humana sobre o ambiente. 

O debate contará com a presença do Prof. Dr. Janes Jorge, que leciona no curso de graduação e no programa de pós-graduação do Departamento de História da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Jorge também é autor do livro “Tietê, o rio que a cidade perdeu”.

Quem também fará parte do debate é Felipe Bueno Crispim, Mestre em História pelo Programa de Pós Graduação em História da Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP (2014). Autor do livro “Entre a Geografia e o Patrimônio: estudo das ações de preservação das paisagens paulistas pelo Condephaat (1969-1989) EdUFABC (2016)”, Crispim também realiza pesquisas sobre temas relacionados ao patrimônio cultural paulista, paisagem, meio ambiente e história ambiental. 

 

Serviço: 


Circuito Diálogos e Conexões debate: “O caso CEA-IAC e a preservação da paisagem ambiental de Jundiaí” 

Quinta-feira, dia 26 de janeiro, às 19h

Auditório do Sindicato dos Metalúrgicos de Jundiaí, Várzea Paulista e Campo Limpo Paulista

Rua XV de Novembro, 240, Vila Arens

Telefone: (11) 4527-3100

 

Entrada franca